Gol da Alemanha.

Hoje completa um ano da final da Copa do Mundo, por isso o post. Na verdade ontem, porque eu comecei a escrever esse post no dia 13, mas só estou terminando agora no dia 14.

Mesmo diante da dificuldade em conseguir ingressos (não consegui NENHUM no sorteio), eu utilizei meu conhecimento prévio do sistema de vendas da FIFA durante a Copa das Confederações para aplicá-lo na Copa do Mundo. Minhas táticas de compra eram ótimas (não vou explicar aqui porque não teria nenhuma utilidade após a Copa).

Para a primeira fase, consegui comprar nove ingressos para mim. Somando os que comprei para amigos, devo ter conseguido em torno de 30. Das oitavas-de-final em diante, estava muito mais complicado. Eu não tinha mais como concorrer com os sites que DISPARAVAM UM ALARME quando uma nova leva de ingressos chegava. Ainda assim, foi com a ajuda de um site desses que eu consegui comprar o meu ingresso para o inacreditável 7 a 1.

Eu me policiei para não ficar perdendo tempo tirando fotos. Por exemplo, no jogo Uruguai x Inglaterra, em São Paulo, eu tirei UMA ÚNICA foto do jogo, que será mostrada logo mais. Por isso, o meu álbum de fotos pessoal da Copa do Mundo é um tanto pobre. Não só são poucas fotos, como foram tiradas todas do celular.

Jogo 1 – 12/06/2014 – Brasil 3×1 Croácia – Arena de São Paulo, São Paulo

Comprei o ingresso dois ou três dias antes. Eu estava no computador parado na tela da venda de ingressos pensando “será que eles não vão liberar mais ingressos para esse jogo?” quando, DO NADA, apareceram DEZENAS DE INGRESSOS de TODAS AS CATEGORIAS. Deu tempo de comprar um ingresso pra mim (da categoria 4, a mais barata) e depois ainda mais um da categoria 2 ou 3, que repassei pra Mirella. Quando tentei um terceiro ingresso, já não tinha mais nada.

01 Copa Brasil Croacia 1 01 Copa Brasil Croacia 2

Jogo 2 – 15/06/2014 – França 3×0 Honduras – Beira-Rio, Porto Alegre

Lembro que no desespero de achar que não ia ver nenhum jogo, comprei pelo site da FIFA um ingresso caríssimo para esse jogo, que custava 350 reais. Depois eu comprei outro pelo preço mínimo, 60 reais, e devolvi o de 350 para o site.

Esse jogo entrou para a história como a primeira vez em que a câmera que mostrava se a bola entrou teve utilidade.

02 Copa França Honduras 1 02 Copa França Honduras 2

Jogo 3 – 18/06/2014 – Austrália 2×3 Holanda – Beira-Rio, Porto Alegre

O jogo dos golaços: o sem pulo de canhota do Cahill (Austrália) e o de peixinho do Van Persie (Holanda).

03 Holanda Australia 1 03 Holanda Australia 2

Jogo 4 – 19/06/2014 – Uruguai 2×1 Inglaterra – Arena de São Paulo, São Paulo

O meu lugar era uma BOSTA. Longe pra caralho, e ainda tinha uma grade de proteção atrapalhando minha visão. No intervalo, mudei de lugar – para um ainda mais longe, mas que pelo menos não tinha a maldita grade na frente.

04 Inglaterra Uruguai

Jogo 5 – 20/06/2014 – Honduras 1×2 Equador – Arena da Baixada, Curitiba

Até que foi bom, apenas da baixa expectativa. Também mudei de lugar no intervalo. Saí de trás de um dos gols para invadir uma área mais nobre que tinha algumas cadeiras livres.

05 Equador Honduras 1 05 Equador Honduras 2

Jogo 6 – 23/06/2014 – Holanda 2×0 Chile – Arena de São Paulo, São Paulo

Valia a liderança do grupo, pois ambos haviam derrotado Austrália e Espanha. O perdedor enfrentaria o Brasil na fase seguinte, e sobrou para os chilenos.

06 Holanda Chile

Jogo 7 – 24/06/2014 – Costa Rica 0x0 Inglaterra – Mineirão, Belo Horizonte

Antes da Copa, a projeção para este jogo de última rodada era: a Inglaterra brigando pela liderança contra a Costa Rica eliminada. O que acabou acontecendo: a Costa Rica empatando para ser líder do “Grupo da Morte”, e a Inglaterra eliminada. Depois de 6 jogos movimentadíssimos, esse foi o primeiro 0 a 0 que eu vi.

07 Inglaterra Costa Rica

Jogo 8 – 25/06/2014 – Bósnia-Herzegovina 3×1 Irã – Fonte Nova, Salvador

Um dos jogos menos desejados da primeira fase. A Bósnia, já eliminada, contra o Irã, com chances mínimas. Apesar de pouca expectativa, o jogo foi muito bom. Fui vestido a caráter e fiz amizade com uns VELHOS BÓSNIOS DO CAMAROTE, que inclusive me deram uns presentes. DŽEKO NELES!

08 Bósnia Irã 1 08 Bósnia Irã 2 08 Bósnia Irã 3

Jogo 9 – 26/04/2014 – Coreia do Sul 0x1 Bélgica – Arena de São Paulo, São Paulo

Com certeza o jogo mais chato que eu fui na primeira fase. E eu estava exausto das viagens, pois esse era o 4º dia seguido que eu estava indo aos jogos.

09 Coreia Belgica 1 09 Coreia Belgica 2

Jogo 10 – 30/06/2014 – França 2×0 Nigéria – Estádio Nacional, Brasília

Nesse dia tinha show da Fresno na FIFA Fan Fest de Brasília, e aproveitei para ir com o Daniel nesse jogo.

10 Nigéria França 1 10 Nigéria França 2

Jogo 11 – 01/07/2014 – Argentina 1×0 Suíça – Arena de São Paulo, São Paulo

A essas alturas, conseguir ingressos pelo site já estava impossível. Quem me conseguiu esses dois foi a Mirella – por coincidência, a soma dos dois ingressos que ela me deu era exatamente o valor do ingresso da abertura que eu consegui pra ela. Ou seja, ficamos QUITES.

Nosso lugar era no meio de vários argentinos. O que propiciou diversos CLIMAS TENSOS ao longo da partida. No fim do segundo tempo da prorrogação, eles ganharam por 1 a 0 em uma jogada do Messi e gol do Di María. Confesso que eu dei uma torcidinha de leve pra Argentina pra não tomar uma cadeira na cabeça.

11 Argentina Suíça 1 11 Argentina Suíça 2

Jogo 12 – 08/07/2014 – Brasil 1×7 Alemanha – Mineirão, Belo Horizonte

O que vale contar sobre esse jogo é a saga do ingresso e do deslocamento para BH.

Eu estava em casa dormindo quando disparou o alarme do site de vendas às 12:30. Fui calmamente ao computador para ver se conseguia comprar. VER SE CONSEGUIA porque nas outras 20 vezes que o alarme disparou durante o mata-mata eu não consegui comprar nada. Era muita gente utilizando esse site.

Então eu cliquei no jogo do Brasil, digitei o CAPTCHA e….. PIMBA! Eu consegui! VIVA!!!

Mas peraí. Quem disse que eu conseguiria chegar em Belo Horizonte até às 17h?

Nos 15 minutos de “reserva” do ingresso, eu precisava confirmá-lo ou desistir dele. Entrei rapidamente no site de vendas de passagens para ver se havia algum voo em tempo hábil. Sim, havia um. Ele saía de Congonhas às 14h30 e chegava em Confins às 16h. Resolvi arriscar.

Meu voo atrasou uns 15 minutos porque uma velha não queria abrir mão de levar uma das bagagem dela consigo no avião, quando as comissárias insistiam que a mala deveria ser despachada. A velha acabou cedendo, mas mesmo assim atrasando o voo de todo mundo.

Se o Mineirão fosse igual a qualquer outro estádio da Copa, eu teria pegado o jogo desde o início. Dividi um táxi com um companheiro de voo que já tinha deixado o táxi preparado na saída do aeroporto de Confins. Cheguei na barreira do Mineirão às 16h55. Só tinha um problema: a barreira era MUITO LONGE do estádio. Cerca de 1 km. E pior: era uma SUBIDA.

Parti correndo em direção ao estádio (o meu parceiro de táxi desistiu nos primeiros 100 metros). Eu podia ouvir os gritos da torcida, os hinos dos países, o apito inicial. Já no Mineirão, ainda tive que dar meia volta no estádio, pois meu portão ficava do outro lado.

Entrei correndo pelo túnel de entrada do meu setor e, enquanto eu ainda estava de pé, Gol da Alemanha.

Eu ainda estava suado da corrida quando a Alemanha marcou o quinto gol.

12 Brasil Alemanha

Uma resposta para Gol da Alemanha.

  1. MullerKhediraKloseSchurrleKroos disse:

    Lol

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s