AJUDA OU ATRAPALHA?

Ontem eu li essa notícia no G1:

Resumindo: aprovaram uma lei obrigando os bancos a colocarem divisórias entre os caixas eletrônicos. Assim, um não saberia o quanto de dinheiro a pessoa ao lado estaria sacando, bem como as pessoas que estão na fila também não poderiam ver.

Nem vou questionar o fato de essas divisórias terem 1,80 m e boa parte da população ter mais do que essa altura (o que não é o meu caso… hehe). Mas quando eu li essa notícia me lembrei de apenas uma coisa.

Foto tirada por mim em uma rua qualquer de Nova York, Estados Unidos, Primeiro Mundo:

Ou seja: são as divisórias que vão resolver o problema? Uma trava na direção impede o ladrão de roubar um carro? Um cadeado garante que tua mala não vai ser aberta no aeroporto? Não, não e não. O problema é mais embaixo. Não à toa, a Febraban (Federação Brasileira de Bancos) contesta essa nova lei. Eles alegam que as divisórias podem atrapalhar a ação dos seguranças da agência e proteger o assaltante, por exemplo. Concordo.

Anúncios

8 Responses to AJUDA OU ATRAPALHA?

  1. Ju Rezende disse:

    O grande problema é o foco no problema errado que gera uma solução ainda mais problemática! Tenso!

  2. Marco Polo disse:

    Brasiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiil NOTA ………. 3.5

  3. Gabriella disse:

    Concordo. E como sempre os problemas mais importantes ficam sempre pra depois. É o Brasil.

  4. helenaabdalla disse:

    Eu acho que ajudaria, pois não é só saber o ‘quanto’ a pessoa está sacando, mas isso vai fazer com que menos pessoas vejam as senhas de cartões das outras pessoas. Sempre tem um que bisbilhota . :)

  5. pra mim, não ajuda, nem atrapalha, será um investimento inútil.
    não tem como não ver, se o cara ta ali pra te roubar, ele vai ver teu dinheiro/senha com ou sem divisória. A não ser que fosse feitas sei lá, cabines com vidros escuros pra NINGUÉM ver nada, mas como isso seria meio que impossível né… haha
    beijosss

  6. Diego Carbone disse:

    Não tavam querendo acabar com as bancas de jornal no centro de SP? Motivo: segurança pública.

  7. Nathalia disse:

    Para o governo é muito mais fácil criar essas medidas que fazer algo para garantir a segurança nas ruas.

  8. Imagine a situação: Chego ao banco para descontar um cheque, fico na fila, quando chego ao caixa, entrego-lhe o cheque, ele confere, e me devolve para assiná-lo atrás, novamente dou-lhe o cheque e ele me da o dinheiro no valor do cheque, quando me viro para sair tem um cara falando ao celular, e ele me viu fazendo o desconto do cheque…Pronto tá feita a notícia da “saidinha do banco”.
    Concordo que a solução dos biombos não é nenhuma maravilha, mas é melhor do que fazer nada!
    Uma boa solução seria os bancos cobrarem menos tarifas e taxas para que o uso do cartão fosse cada vez maior.
    agora imagine de novo: Alguém me liga dizendo que já depositou em minha conta um determinado valor, como sou desconfiado, vou até a agência e acesso minha conta de lá(Internet? tô fora!), verifico que realmente houve o depósito, vou sacar o dinheiro?, nâo! Posso muito bem fazer uso de cartão e pagar as contas com ele, mesmo para quem é empresário, os seus funcionários também poderiam ter cartão e fazer o mesmo.
    Bem! como deu pra ver tudo caminha para a virtualização do dinheiro, e se ladrões quiserem roubar, vão ter que aprender informática!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s