A MAIOR DERROTA DA HISTÓRIA DOS VIDEOGAMES

Me mudei há cerca de um mês, mas até semana passada ainda não tinha instalado meu videogame. Pois bem, finalmente instalei. Liguei meu ÚNICO jogo – PES 2010, que eternamente chamarei de WINNING ELEVEN – e decidi disputar um Campeonato Italiano completo, com 38 jogos. Escolhi o Milan.

Confesso que até o PES 2009 eu era muito bom, mas a versão 2010 eu pratiquei muito pouco. Comecei a temporada de forma instável. Duas vitórias, dois empates e duas derrotas nos seis primeiros jogos:

Milan 3-0 Fiorentina – Gols: Ronaldinho (3)
Bari 2-0 Milan
Milan 2-1 Juventus – Gols: Borriello (2) / Assistências: Pato (2)
Livorno 1-0 Milan
Milan 0-0 Cagliari
Genoa 1-1 Milan – Gol: Zambrotta / Assistência: Pato

Após início conturbado, três vitórias nos jogos seguintes indicavam que o time havia engrenado:

Milan 2-1 Napoli – Gols: Pato e Ronaldinho / Assistências: Seedorf e Pato
Parma 0-1 Milan – Gol: Ronaldinho
Milan 2-0 Siena – Gols: Ronaldinho e Seedorf / Assistência: Pato

Mas, desse jogo até a 2ª partida do 2º turno, uma regra se estabeleceu: vitória em casa, derrota (e alguns empates) fora de casa:

Sampdoria 1-0 Milan
Chievo Verona 0-0 Milan
Milan 2-1 Udinese – Gols: Borriello, Zambrotta / Assistência: Ronaldinho
Milan 2-0 Roma – Gols: Borriello (2) / Assistências: Ronaldinho e Pato
Milan 2-0 Atalanta – Gols: Inzaghi e Seedorf / Assistência: Pirlo
Palermo 1-0 Milan
Milan 2-0 Lazio – Gols: Flamini e Pato / Assistência: Ambrosini
Inter 1-0 Milan
Milan 1-0 Bologna – Gol: Huntelaar / Assistência: Pirlo
Milan 2-1 Catania – Gol: Huntelaar e contra / Assistência: Pato
(Início do segundo turno)
Juventus 1-0 Milan
Fiorentina 0-0 Milan

Até esse momento, em 21 jogos disputados, eu tinha 11 vitórias, 4 empates e 6 derrotas. Aproximadamente 59% de aproveitamento, o sétimo lugar na tabela e 15 pontos de distância para a líder Inter de Milão.

E foi aí que aconteceu a grande reviravolta. Irritado com os inúmeros gols perdidos pelo trio de centroavantes disponível (Borriello, Inzaghi e Huntelaar), decidi parar de revezá-los no ataque e saquei os três do time titular. Pato passou para o comando do ataque, Ronaldinho virou segundo atacante pela direita (Pato jogava pela esquerda), Seedorf foi da marcação para a armação e Ambrosini assimiu a titularidade.

O que se viu nos três jogos seguintes foi uma enxurrada de gols:

Milan 4-0 Livorno – Gols: Pato (4)
Milan 6-1 Parma – Gols: Seedorf (2), Ronaldinho, Pato, Ambrosini e contra / Assistências: Pato, Seedorf e Ronaldinho
Milan 5-0 Sampdoria – Gols: Ronaldinho (2), Pato, Ambrosini, Cardacio / Assistências: Pato (2), Ronaldinho e Cardacio

A equipe se estabilizou com o novo esquema e comecei a conseguir vitória atrás de vitória. Pato, que fizera apenas dois gols nos primeiros 21 jogos, acabaria sendo o artilheiro do campeonato com 18:

Rodada a após rodada, a distância para a Internazionale ia diminuindo:

Napoli 0-1 Milan – Gol: Cardacio / Assistência: Pato
Catania 0-1 Milan – Gol: Ambrosini / Assistência: Pato
Milan 1-2 Palermo – Gol: Pirlo / Assistência: Pato
Milan 0-0 Bari
Milan 4-1 Genoa – Gols: Seedorf (2), Di Gennaro e Huntelaar / Assistências: Borriello (2), Gattuso e Zambrotta
Lazio 1-1 Milan – Gol: Flamini
Siena 0-3 Milan – Gols: Pato (2) e Ronaldinho / Assistências: Zambrotta, Pato e Ronaldinho
Atalanta 0-3 Milan – Gols: Pato (2) e Ronaldinho / Assistências: Zambrotta e Ronaldinho
Udinese 1-3 Milan – Gols: Pato (3) / Assistências: Seedorf e Ambrosini
Roma 0-1 Milan – Gol: Pato
Cagliari 0-1 Milan – Gol: contra
Milan 2-0 Chievo Verona – Gols: Seedorf (2) / Assistências: Pirlo e Pato

Vindo de uma sequência de seis vitórias (cinco delas fora de casa), meu adversário na penúltima partida seria o Bologna. Nesse momento, Milan e Inter estavam com o mesmo número de pontos (75), com a Inter de Milão tendo um gol de saldo a mais. Ou seja, eu precisava vencer por dois gols A MAIS que uma possível vitória da Inter para jogar pelo empate na última rodada.

Sim, isso era o mais incrível: a última rodada era um confronto direto entre os dois líderes.

Bologna 1-3 Milan – Gols: Pato (2) e Ronaldinho / Assistências: Ronaldinho e Flamini

Venci o Bologna por 3 a 1, enquanto a Inter apenas empatou seu jogo. Ou seja, cheguei a última rodada dois pontos à frente deles, podendo empatar o confronto direto, jogando em casa.

Foi nesse momento que eu pensei: vou escrever um post cujo título será A MAIOR VITÓRIA DA HISTÓRIA DOS VIDEOGAMES.

Milan 1-2 Inter – Gol: Flamini

Virei o primeiro tempo vencendo por 1 a 0. Mudei a tática para jogar nos contra-ataques. Fiquei trocando passes na defesa, esperando o tempo passar, e…

Dois gols seguidos de Eto’o num pequeno intervalo me colocaram em desespero. Lembram a Seleção Brasileira após tomar a virada da Holanda? Fiquei exatamente do mesmo jeito. O tempo foi passando, eu não conseguia organizar sequer uma jogada, e perdi o jogo e o campeonato:

O que tinha tudo para ser a maior virada da história, virou a minha pior derrota. Eram 4h da manhã quando eu perdi esse último jogo, mas eu só consegui dormir às 6h30. Meus 80% de aproveitamento nos últimos 17 jogos não foram suficientes. Inter de Milão campeã.

Pato, além de artilheiro, foi o líder (disparado) nas assistências:

Reuní minhas forças e comecei uma segunda temporada. Estou na segunda colocação após o término do primeiro turno, seis pontos atrás da Inter de Milão, novamente. Vamos ver se dessa vez vai!

Anúncios

11 Responses to A MAIOR DERROTA DA HISTÓRIA DOS VIDEOGAMES

  1. Luis disse:

    q merda! haha

  2. Evelyn Elaine disse:

    Não entendo nada d futebol mas to aqui morrendo d rir e vendo como vcs homens levam um jogo tão a sério…Te adoroooo xuxuzinhooo S2

  3. Marcus Vinicius disse:

    Caraalhoo Vavo, que vacilo..me lembrou o jogo do Santos na última rodada..2×0 no grêmio prudente no primeiro tempo..no segundo tempo, tomar a virada pra 3×2, perder um penalti e terminar o jogo com 2 jogadores a mais!
    Triste fim de rodada para o Santos e triste fim de temporada pra você! haha =\

  4. Maisa padovani disse:

    Ai mais que pena né! Boa sorte na proxima vez (yn) tenho certeza que da proxima vez voce sera vencedor *–*

  5. Nathalia disse:

    Se tem uma coisa que eu nunca consegui jogar foi Winning Eleven. Eu tenho o dom de sempre fazer o jogador passar ao lado e não na linha da bola, o que acaba parecendo uma furada daquelas do “Bola Murcha” do Fantástico. Hahaha ¬¬

    E relaxa Vavo, você ainda vai escrever o post “A maior vitória da história dos videogames” tendo ganho todos os jogos do campeonato.

    Bom, fico por aqui. Comentei mais pra provar que tem gente lendo às 3h da manhã de uma sexta-feira.

    Sucesso sempre!
    See ya! o/

  6. Gabiii disse:

    Perder de 2×1 é a maior derrota? Até se não contarmos as circunstancias? Vish, sou muito ruim no PES mesmo. =P

    RUMO AO TITULO, VAVO!

  7. Pedro Izolabella disse:

    Bah, que foda, só nós homens entendemos o significado de um mero joguinho de vídeo game em nossas tristes vidas! ashuhasuhuasuhas
    Eu jogo quase nesse esquema com o Milan até no 2010 atualizado, a diferença é que aí eu tenho Hibra e Robinho pra dar uma força, mas Ambrosini é titular, e Ronaldinho atacante pela direita tb! =)

  8. Lucas disse:

    porra vavo, não existe jogar no contra ataque no winning eleven! o cara sempre acaba tomando gol. o canal é ir pra frente e meter uma catimba violenta, trancar a bola perto na bandeirinha do escanteio, e principalmente tentar fazer mais um gol sem perder a posse de bola.

  9. Yaas Cruz disse:

    Entendi tudo (y) n.

  10. Igor disse:

    Puts, comigo aconteceu coisa parecida só que no Campeonato Brasileiro. Eu tava jogando com o Internacional – sou corintiano desde pequeno viu rs – e o São Paulo sempre esteve nas primeiras colocações, até que chegou na última rodada e eu tava em segundo com 75 pontos, contra os 77 do SP. E não é que eu venci meu último jogo e eles perderam? Fui campeão!

    Internacional: 78 pts
    São Paulo: 77 pts

  11. não entendi porra nenhuma, mais tudo bem !

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s