GOL

Depois de quase desmaiar na minha última tentativa de jogar futebol, há 15 dias, ontem eu me redimi e fiz dois dos gols mais bonitos da minha vida. Analisem os quadros.


GOL 1
Estávamos com pressa pois perdíamos de 1 a 0. Rolaram a bola do meio do campo e eu não tive dúvidas: vim no embalo e dei-lhe com peito-de-pé de direita. A bola fez uma curva meio inexplicável e entrou no canto direito do goleiro, a meia-altura. Um gol estilo Nelinho na Copa de 82.


GOL 2
Cobraram escanteio (aqui em São Paulo se cobra com a mão), a zaga afastou de cabeça, e eu, então último homem, sentei-lhe outra de direita que entrou no ângulo superior.

Eu, que não costumo chutar muito de longas distâncias, me empolguei e tentei mais uns 3 ou 4 chutes, mas não acertei mais.

Esses gols me lembraram o gol de longe que pra mim é o mais bonito que eu já fiz. Faz uns 4 ou 5 anos. Estávamos perdendo de 5 a 1 o jogo. Eu estava irritado. Dominei a bola e pensei: “ah, vou chutar daqui mesmo, foda-se”. E dei-lhe de esquerda da linha do meio-campo. A curva abriu pra fora, bateu no travessão e quicou dentro do gol, conforme figura abaixo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s