GARÇON

Na Libertadores de 2006, o Fernandão ganhou o prêmio de artilheiro da competição, com direito a troféu e/ou chuteirinha de ouro, e blá blá blá.

Mas ninguém se perguntou o porquê de ELE ter ganho, sendo que CATORZE jogadores empataram com 5 gols na artilharia?

Vejam quem fez cinco gols: Jorge Quinteros (Universidad Católica), Nilmar (Corinthians), José Luis Calderón e Mariano Pavone (Estudiantes), Aloísio (São Paulo), Agustín Delgado e Patricio Urrutia (LDU), Sebastián Ereros (Vélez), Washington e Marcinho (Palmeiras), Félix Borja (El Nacional), Ernesto Farías e Daniel Montenegro (River) e Fernandão.

Pois Fernandão levou o prêmio no critério de desempate: o número de assistências. Foram sete durante os 13 jogos em que ele participou:

Inter 3-0 Nacional, gol do Michel;
Pumas 1-2 Inter, gol do Rentería;
Inter 3-2 Pumas, gol do Adriano Gabiru;
Inter 4-0 Maracaibo, gol do Adriano Gabiru;
Nacional 1-2 Inter, gol do Rentería;
Inter 2-0 LDU, gol do Rafael Sobis;
Inter 2-2 São Paulo, gol do Tinga.

Pois nenhum dos outros treze artilheiros conseguiu fazer mais do que DUAS assistências, além de seus 5 gols. Fernandão fez SETE. Participação direta em 12 dos 22 gols do Inter. É Fernandeus!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s